O que é Regime tributário e como escolher o mais indicado?

É através do planejamento tributário e fiscal que a empresa realiza o recolhimento correto de seus impostos, além de promover sua compensação adequada. O IPI, por exemplo, é a compensação pago na importação e o ICMS ST antecipado na aquisição de produtos de outros estados. Os regimes especiais de tributação são, também, meios da empresa buscar uma redução na sua carga tributária efetiva ou mesmo melhorar o seu fluxo de caixa.

Antes de falarmos sobre como escolher o Regime tributário mais indicado, precisamos saber quais são os 3 regimes mais utilizados no mundo contábil, confira:

Lucro Presumido

Lucro presumido: qualquer empresa pode aderi-lo. O IRPJ e a CSLL incidem sobre uma alíquota definida pela Receita Federal. Além disso, a empresa pode ser enquadrada se o seu faturamento anual não for superior a R$ 78 milhões.

Lucro Real

Assim como no lucro presumido, qualquer empresa pode aderir a esse regime, mas geralmente são empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões e empresas com atividades do setor financeiro que aderem a esse regime. Suas alíquotas são calculadas conforme o confronto de receitas e despesas. E assim sendo, é necessário ter a organização da contabilidade.

Simples Nacional

Esse regime é tributado por anexos e depende se a atividade é permitida. Se for permitida, nesse caso muitas vezes o limite do faturamento e as alíquotas são menores.

Nesse regime a empresa pode faturar até R$ 4,8 milhões, com alíquotas reduzidas e são pagas em um único imposto (PIS/COFINS/IPI/ICMS/ISS/IRPJ/CSLL/INSS). Porém temos que lembrar que mesmo que seja muito vantajoso, para algumas atividades os valores podem ser maiores do que se enquadradas em outros regimes; um exemplo seria o INSS patronal e assim trazendo desvantagens desse fator pela opção ao Simples Nacional.

E aqui vão nossas dicas sobre como escolher o melhor regime tributário:

Tributação – Analise as possibilidades

Hoje a internet é nossa aliada. Há alguns sites que disponibilizam o estudo tributário dos três regimes acima, então precisamos realmente verificar qual a opção mais vantajosa. Por exemplo, às vezes o faturamento da empresa é menor  que R$ 78 milhões, mas pode ser que o melhor regime tributário para essa empresa seja o Lucro Real e não o Presumido.

Gastos Indiretos – Verifique seus gastos

Lembre-se que todo planejamento tributário pode gerar uma economia para a empresa, ou seja, trata-se de uma vantagem para o seu cliente. E nosso principal objetivo é reduzir os custos, não é mesmo?

A escolha de um escritório de contabilidade experiente irá lhe ajudar fazer um excelente Planejamento Tributário para que sua empresa não sofra penalizações na Receita Federal, além disso, as empresas também deverão ficar atentas aos prazos para pagamento para não pagar multas.

Leia também: Planejamento Tributário: Como pagar menos impostos?

 

Conclusão

Se você necessita de assessoria contábil para Regime tributário eficiente, nosso time de contadores está de plantão para ajudá-lo(a). Fazemos todo o serviço relacionado à parte burocrática que as empresas possuem, desde abertura até o recolhimento de impostos. Se houver dúvidas, entre em contato conosco e iremos ajudá-lo!

Para saber mais informações sobre Regime tributário, entre em contato agora mesmo!

Entre em contato conosco.
📞 (31) 3508-2000
Nos acompanhe também nas redes sociais:
Instagram @PapyrusContábil 
Facebook @PapyrusContábil 

 

 

Via: viverdecontabilidade.com